O foco principal é a construção de uma agenda que traga benefícios para a sociedade

Otimizar recursos públicos e melhores serviços prestados à população foram os  temas centrais do seminário “A Governança Interfederativa e o Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado da RMF. O evento, coordenado pelo deputado Salmito(PDT), em parceria com a Secretaria Estadual das Cidades, reuniu lideranças políticas cearenses, no auditório do complexo das Comissões da Assembleia Legislativa do Ceará(AL), nesta segunda-feira(25/02). 

Para o secretário Paulo Henrique Lustosa, um dos palestrantes, a ideia principal do evento  foi a possibilidade de debater a  cooperação de quem faz com que as políticas públicas cheguem para a população. “Cooperar pra fazer melhor – essa é a essência da proposta”, ressaltou o secretário. 

“A governança interfederativa é a principal ferramenta para viabilizar recursos públicos para melhorias em questões como mobilidade,  transportes,  aterro sanitário, saúde, educação, segurança pública, por exemplo. Como encontrar as soluções, pactuando entre os entes da federação é o desafio”, salientou o deputado Salmito. Ele acrescentou e reforçou a necessidade de  planejamento dessas ações. “A ideia é que surjam novas proposições legislativas com a agenda criada nos debates”, ressaltou o parlamentar. 

Para dar continuidade a essas discussões, o deputado Salmito diz que aguarda a criação pela ALCE, da Comissão Especial de Desenvolvimento das 14 Regiões de Planejamento do Ceará, proposta por ele. 
Participantes falam sobre demandas
Muitos contribuíram com o debate. Dentre eles, o  deputado estadual Nezinho Farias (PDT), presente na mesa, que reforçou a ideia da governança interfederativa regional para viabilizar projetos concretos como matadouros públicos, aterros sanitários e outros equipamentos a serviço da população. 

 A preocupação do prefeito de Aquiraz, Edson Sá, também na mesa, estava  em como tirar do papel e colocar na prática essas propostas. Segundo o deputado Salmito, o primeiro passo é construir  uma agenda;  o segundo, será transformar  essa agenda em instrumento legal;  e, o terceiro,  é a  própria sociedade civil, prefeitos, deputados, cobrarem o cumprimento do que foi pactuado. “Cada compromisso desse vira uma cobrança. Abre-se um leque de oportunidades, tanto para os gestores públicos, como para a população”, disse o parlamentar. 

O secretário de Educação do município de Aracati, Eduardo Neto, destacou a importância da integração da RMF com as operações consorciadas gerando oportunidades de parceria com a iniciativa privada, como as Parcerias Público-Privadas (PPP’s), economizando recursos públicos e viabilizando projetos, inclusive, os estruturantes.

Isaque Moreira Paula, estudante de Gestão de Políticas Pública da Universidade Federal do Ceará (UFC), solicitou para que o deputado Salmito fosse conhecer o sistema de integração de Região Metropolitana de Fortaleza, construído de forma acadêmica.

Participaram, ainda, do evento,  secretários municipais de Aquiraz, lideranças representativas dos municípios de Fortaleza, Piquet Carneiro, São Benedito,   Itaitinga, Trairi, Capistrano, Maracanaú, além de estudantes universitários, empresários, comerciantes, associações de classe e representante da Universidade Federal do Cariri.