No primeiro ato da semana em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, o presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Salmito Filho (PDT), anunciou nesta segunda-feira (6), que o Legislativo da Capital irá proporcionar dois postos de trabalho a mulheres vítimas de violência doméstica, que possuam ou já possuíram procedimento tramitando no Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher.
O anúncio foi feito durante a assinatura do Termo de Cooperação Técnica, entre a Câmara Municipal e o Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), para a implantação do Programa de Erradicação da Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher. O evento ocorreu na sede do Palácio da Justiça, no bairro Cambeba, após as assinaturas de Salmito Filho e do desembargador Gladyson Pontes, presidente do TJCE.
Para Salmito, o convênio evidencia o compromisso do poder público no fortalecimento da cultura de paz e na reinserção das vítimas ao convívio social. Já o desembargador Gladyson Pontes ressaltou que a parceria permite que vítimas de violência doméstica tenham independência financeira de seus agressores.
Participaram ainda do evento as desembargadoras Maria de Fátima de Melo Loureiro e Lira Ramos de Oliveira, coordenadora e suplente da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do TJCE, respectivamente, além da juíza Rosa Mendonça, titular do Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher de Fortaleza.