Ciro Gomes enxerga Salmito cumprindo relevantes missões públicas em Fortaleza e no Ceará

Ciro Gomes enxerga Salmito cumprindo relevantes missões públicas em Fortaleza e no Ceará

A experiência como prefeito de Fortaleza, governador do Ceará, ministro da Fazenda e da Integração Nacional, deputado estadual e deputado federal, além do carisma que lhe é peculiar, fez com que Ciro Gomes proferisse um dos discursos mais concorridos da inauguração do Comitê Central Salmito 12500. Ele fez uma analise da conjuntura política e econômica brasileira para enaltecer a importância de se reeleger Salmito vereador e Roberto Cláudio prefeito.

Para Ciro, Salmito é um dos quadros da política cearense que mais cresce no cenário atual, pela seriedade com que trata a coisa pública e pela defesa dos menos favorecidos. “Já é provadamente um dos melhores políticos que a democracia produziu. O vejo com muita segurança cumprindo missões importantes em Fortaleza e no Ceará”, declarou.

Ao destacar a necessidade de dar a oportunidade a pessoas que tenham o compromisso testemunhado, Ciro pediu aos presentes que trabalhem pela eleição de quem tem um comprometimento verdadeiro com as causas do povo brasileiro. “Vamos dar a Salmito uma votação consagradora, para que ele possa cumprir mais essa etapa, indo ao encontro dos destinos que lhe esperam, de bem servir a Fortaleza e ao Ceará , defendeu.

Ciro também defendeu a reeleição do prefeito Roberto Cláudio com a mesma veemência. Para ele, o correligionário é o maior prefeito que a história de Fortaleza já viu. “Falo isso porque já fui prefeito e acompanho a vida da cidade. Nos 12 anos antes de Roberto Cláudio, foram abertos dois novos postos de saúde na cidade. Em três anos e meio, ele já abriu 18 e vai inteirar o primeiro mandato abrindo 20. Isso é só um símbolo que pode ser repetido em matéria de transporte público, educação em tempo integral, praças, avenidas, de todas as agendas populares de Fortaleza”, sustentou.

A conjuntura política brasileira, na avaliação de Ciro, clama pela eleição de políticos com os perfis de Salmito e Roberto Cláudio. Para ele, a política brasileira está se desmoralizando e com a democracia comprometida. “Hoje, temos na presidência da república um “sem voto”, que ganhou a presidência sem que o povo desse autorização, muito menos para inverter uma política econômica e social que vai avançar sobre os direitos dos aposentados, dos trabalhadores, da classe média, dos usuários do SUS, daqueles que precisam de uma universidade pública e gratuita”, lamentou.

O ex-parlamentar e ex-gestor, no entanto, disse que é preciso um levante contra essa situação. “Eu vou lutar para que o Brasil tenha de volta sua democracia e que a população tenha de volta seus direitos, principalmente os mais pobres. O remédio para uma política desmantelada e golpista não é a negação. Pelo contrário, é procurar escolher homens e mulheres que tenham o compromisso testemunhado, comprometimento com as causas do povo brasileiro. E, em Fortaleza, nós temos dois exemplos , Salmito e Roberto Cláudio”, ressaltou, ao ser ovacionado pela multidão como o “futuro presidente da república”.